05/11/2014

The Brand New Singer

The Brand New Heavies está de volta com o groove e a qualidade de sempre e com a sua nova vovalista Dawn Joseph de cabo a rabo.
 
 
 
 

Parece que foi ontem que estava comentando aqui sobre o álbum "Forward" da banda inglesa The Brand New Heavies. Seus os ótimos sons, suas duas faixas com N'Dea Davemport e a estréia de Dawn Joseph nos vocais. E não é que foi ontem mesmo, mais precisamente no ano passado. 

Mas com uma banda tão incrível como o The Brand New Heavies, um ano sem eles se torna uma pequena eternidade. São praticamente 30 anos de uma carreira exemplar como grandes álbuns, músicas antológicas e uma sonoridade única repleta de Funk, Soul e Acid Jazz.

Este pequeno hiato de 1 anos também serviu para que a banda saísse em turnê com sua nova vocalista e tudo casou tão bem, que Dawn Joseph com sua bela voz e seu corpo escultural, parece que sempre esteve a frente da banda, tamanho seu talento, sua simpatia e principalmente seu carisma.

Pois bem, o The Brand New Heavies está lançando o álbum "Sweet Freaks", todinho gfarvado com os vocais de Dawn Joseph. É mais um deleite para os fãs da banda e um convite muito bem feito para os novos amantes do groove.Pra ser mais exato é mais um The Brand New Heavies na veia e isso é sempre muito bom

A assinatura do The Brand New Heavies soa evidente em  muitas faixas como faixas como "Bring the Rain", "You Are the Fire", "In the Name of Love" e "95 Tonight". Mas também temos algo novo além da adição de Joseph. A banda acrescenta um novo sabor ao seu som e se aventura num par de covers inspirados.

Temos aqui uma nova versão para o megaclássico de Peter Gabriel, "Sledgehammer" e novos acordes para "Do Not Let Go" do En Vogue proporcionando interpretações inesperadas que são a certeza de chamar de que o The Brand New Heavies não parou no tempo e muito menos se sentou na almofada do seu sucesso.

Jan Kincaid, Simon Bartolomew e Andrew Levy são músicos de primeira linha e tem aquela alegria inata em fazer música. Mais do que isso, conseguiram pegar aquela matéria prima inspirada dos tempos de Acid Jazz e acrescentaram modernidade e doses cavalares de Disco Music.

Isso deu ao som da banda um fôlego muito maior e sua longevidade é altamente explicada aqui. Quando a gente trabalha com aquilo que ama de verade, o corpo pode até envelhecer, mas a cabeça usa uma espécie de poção mágica da juventude eterna. E "Sweet Freaks" é isso. Um clássico com frescor.

Destaque 5 estrelas para a faixa "95 Tonight". A música é coisa de louco. Tem Jan Kincaid fazendo um dueto com a vocalista como acontecia nos tempos de N"Dea Davemport. Fora que a música a sonoridade original da banda e Dawn Joseph manda muito bem. Sua voz casou de papel passado com o som da banda.

Outro musicão é "Sweet Freak". Essa é bem no estilão Disco incorporado muito bem pela banda desde "Foward". E lógico que o som nos remete imediatamente ao som do Chic. E isso é proposital. "Don't Let Go" também é daquelas músicas sublimes que só o The Brand New Heavies sabe fazer.

Destaque também para "Get On", " Pleased to Meet Ya", "Self Potrait" que é bem Acid Jazz, "You Are The Fire", Ïn "In The Name Of Love" e "We Live For The Summer". Claro que eu imaginei tudo isso cantado por N'Dea Davemport, não sou de ferro. Mas mesmo sem ela, o The Brand New Heavies continua excepcional.

Altamente recomendado.

Sérgio Scarpelli