30/07/2012

Hip Hop Querido!

Depois de influenciar a música eletrônica com seu 4Hero, Marc Mac põe o Hip Hop no colo e o trata com muito carinho com seu Visioneers.
 
 
 
 

Que Marc Mac é um dos gênios musicais que pintaram na década de 90  e que influenciou o Jungle, Drum n’ Bass e Breakbeat com seu 4Hero isso ninguém tem a menor dúvida. Mas agora o cara também postula o rótulo de gênio do Hip Hop. E com razão.

Tudo começou em 2006 quando lançou o projeto Visioneers e o ótimo álbum “Dirty Old Hip-Hop“ que tinha um conceito experimental de criar uma espécie de "Banco de Sons" onde os rappers do mundo inteiro pudessem usar e abusar com seus samplers. Coisa de gênio mesmo.

Só que o que era experimental em 2006 agora parece que é pra valer. Marc Mac com seu Visoneers lança o álbum "Hipology" que é  algo de muito sensacional neste lado negro da música. Cuida bem do Hip-hop misturando com Soul, R&B, Funk, Jazz e outros estilos mais obscuros.

Marc Mac é antes de mais nada um produtor fantástico e um entusiasta da música negra, mesmo com seu 4Hero na época do Drum n’ Bass. Já produziu gente boa como  Jill Scott, Roy Ayers, Ursula Rucker, Vikter Duplaix e muitos outros. Ou seja, sabe muito este inglês.

Tanto que tem calibre pra revisitar com maestria clássicos negros como “Shaft In Africa“, “Apache” e “Funky Fanfare”. E escalar gente como Jimetta Rose, John Robinson, Baron & TRAC, além dos músicos do Luke Parkhouse, Ariya Astrobeat Arkestra e The Support Horns.

"Hipology" vem em um pacote de dois formatos: uma mixtape misturando-as faixas em uma ordem diferente com piatadas novas dos artistas  e o formato de álbum tradicional com as faixas em separado. Eu não lá muito fã de mixtape mas este aqui é uma benção para os ouvidos.

Além dos clássicos já citados que são obras primas da música negra, "Hipology" tem outras várias faixas exuberantes como "Back In The Day" e seu piano mágico, "Back in Time" com Baron & TRAC , "Shine" com John Robinson & Jimetta, "Funk Fanfare" e "Oil & Water".

Não só para fãs de Hip Hop. Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli