19/08/2012

Muito Além de Uma MK2

Mesmo com uma carreira de sucesso como DJ, Kemit amadurece como produtor e compositor e lança o impecável álbum "Everlasting".
 
 
 
 

Se tem alguém que teve uma estréía fulminante na música foi o DJ Kemit. Simplesmente fazia parte nos anos 90 do grupo Arrested Development que simplesmente quebrou tudo naquela época e se tornou um grande sucesso não só de crítica como também de público.

Com o prestígio que conquistou durante sua passagem pelo grupo, o
DJ Kemit acabou se tornando assim um dos DJs preferidos dos músicos e das celebridades. Tocando em festas fechadas de Prince, Janet Jackson, Steve Harvey, Jane Fonda, Jermaine Dupri e Bryan Michael Cox.

Mas sua carreira felizmente seguiu muito além de um par de MK2. Kemit se tornou não só um compositor de sucesso como também produtor de mão cheia, vendo sua música "4Evermore” interpretada com maestria por Anthony David chegar ao Número 1 da parada Billboard.

Fora isso, DJ Kemit fundou seu próprio selo "Kemit Musik" e agora está lancando seu primeiro álbum autoral chamado "Everlasting" que é simplesmente maravilhoso mostrando toda a elegância e sofisticação que a música negra pode chegar, sem perder seu balanço original.

Uma seleção de 14 faixas impecáveis onde Kemit teve a colaboração de vários vocalistas, não só seus favoritos, como também amigos que ele conquistou nestes 20 anos de carreira. E apesar de ser um álbum essencialmente Soul ele dá umas passeadas pelo Hip Hop, Rock, Jazz e Soulful House.

A lista de vocalistas impressiona. Temos simplesmente a diva Lady Alma Horton, o lendário Carl McIntosh do Loose Ends, Jean Baylor do Zhané, a incrível cantora Choklate e ainda Onsulade, Eric Roberson, Frank McComb, N'Damby, Craig Love, Kev Choice, entre outros.

E não é para menos já seus objetivos são bem ousados. DJ Kemit  espera q
ue a verdadeira Soul Music e o verdadeiro R&B voltem a chamar atenção da indústria fonográfica. Que mostre aos chefões que estão aí que a música negra que anda rolando hoje é um desrespeito a ela mesmo .

Ou seja, o que ele diz é que se instaurou uma espécie de crença que a música negra boa que respeita suas raízes não dá dinheiro e não atinge o topo das paradas. E isso simplesmente inibe os artistas jovens a fazer realmente música negra de qualidade. E Kemit quer provar o contrário.

Se ele vai conseguir eu não sei. Só sei que esta sua vontade nos brindou com um álbum excelente de música negra, com arranjos bem resolvidos, belas melodias e performances brilhantes dos seus ilustres convidados. Como bom produtor Kemit tirou o melhor de cada um.

Destaque 5 estrelas para a faixa "You Don't Known" com Lady Alma Horton. Uma das melhores músicas do ano e um balanço de tirar o fôlego. Kemit aqui fez seu DNA de DJ aflorar e produziu uma música de pista sensacional. Fora que Lady Alma da Filadélfia arrasa com tudo.

Outra baita faixa é a sensacional  "I Was, I Am". Um Hip Hop dos melhores com uma participação fantástica do rapper Kev Choice. A letra é bem engajada falando dos direitos civis dos negros com até um samplerzinho do discurso "I Am Somebody" do pastor Jesse Jackson.

Mas felizmente não é só isso. Temos também a incrível soulful house "Spread Love" com a cantora de nome esquisito chamada Sepesenahki , "Never Go Away" com Jean Taylor, "Funky 8 Ball" com Frank McComb, "Transform"com Onsulade e "Releasing" com Choklate.

Enfim um discasso que vale cada segundo. Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli