14/09/2012

Brilhando até o Fim!

No apagar das luzes da Disco, o produtor francês Cerrone fez uma das obras primas do movimento ao lado da diva Jocelyn Brown.
 
 
 
 

Este álbum é da série "vale a pena ouvir de novo". E muitas vezes, o quanto puder. Porque é música feita de verdade, por quem conhece tudo do assunto. E esta não cansa jamais. É impressionante. Mesmo depois de 30 anos, "You are The One" continua atualíssimo e imbatível.

Se perguntar em qualquer lugar do mundo quais são os grandes nomes da Disco Music com certeza as respostas serão Bee Gees, Donna Summer, Chic, Village People e por aí vai. Mas se esta pergunta for feita na França, ou para especialistas, Jean Marc Cerrone estará nela com certeza.

Cerrone foi um dos artistas mais bem sucedidos de todo o movimento com mais de 30 milhões de discos vendidos. Só para ter uma idéia, seu álbum "Love In C Minor" vendeu mais de 10 milhões de cópias. E o seguinte "Supernature", mais de 8 milhões. Fora os 5 Grammys.

Baterista de formação, produtor, compositor e até cantor, Cerrone fez realmente obras primas das pistas que se tornaram clássicos eternos da Era Disco como as músicas "Supernature", "Give Me Love", "Look For Love", "Love In C Minor", "Midnight Lady", entre outras.

Mas foi em 1980 que ele realmente fez sua obra prima na minha opinião. Ao lançar "You Are The One", Cerrone não provou apenas que um proidutor que se aproveitou uma moda. Mas que era um músico completo e principalmente sensível ao entender a Disco Music como música negra.

Mesmo francês de nascimento e radicado em Londres, Cerrone conseguiu incorporar todo um estilo comum aos produtores negros de Nova York. Muito mais do que um álbum Disco, "You Are The One" é um exemplar fenomenal de música negra. É funk para a pista!

Tanto que a vocalista convidada foi a soul singer Jocelyn Brown (aqui bem jovem e irreconhecivelmente magra) que nasceu artisticamente dentro da Era Disco fazendo parte de grupos como Musique e Inner Life. Com sua voz poderosíssima ela realmente é a alma do álbum!

Como foi lancado na época do vinil, "You Are The One" só tem 7 faixas. E uma melhor que a outra com detaque para "Hooked On You", "You Are The One", "Some One To Love" e uma das melhores músicas disco feitas durante o movimento, a sapatada "Took Me So Long".

Ou seja, Cerrone brilhou do começo ao fim da Era Disco!!!


Sérgio Scarpelli