11/11/2015

A Volta. Por Cima.

Depois de um período de trevas tanto na vida pessoal com o profissional, Janet Jackson volta com o ótimo e já bem sucedido Unbreakable.

 
 
 
 

Quem diria que a irmã caçula de Michael Jackson se tornaria um ícone pop e uma das artistas mais bem sucedidas de todos os tempos vendendo mais de 160 milhões de álbuns. E com méritos próprios sem jamais receber nenhum empurrãozinho do irmão mais famoso. Sem jamais chupinhá-lo.

Ela é Janet Jackson que a partir de 1986 com o antológico e revolucionário álbum "Control" trilhou o caminho do sucesso sem limites ao lado dos parceiros Jimmy Jam e Terry Lewis, misturando R&B, Soul, Disco e Hip Hop. Ou seja, Janet nasceu para o estrelato com um som só seu.

Mas nem tudo são flores na vida. E a partir de 2004, depois de um acidente midiático desastroso onde um dos seus seios foi mostrado involuntariamente ao vivo e em rede nacional, Janet viu que a América que torna sonhos em realidade é também uma América conservadora que destrói os seus ídolos.

A parir disso Janet Jackson viveu um período de trevas. Na vida profissional lançou álbuns pouco inspirados que foram fracassos. Rebelou-se contra a indústria fonográfica. Além disso viveu um processo doloroso de divórcio e o golpe mais duro, a morte prematura do seu irmão Michael em 2009.

Mas nada como o tempo para colocar as coisas em seu devido lugar. Janet Jackson está de volta com o ótimo  já muito bem sucedido álbum "Unbreakable". Primeiro trabalho de Janet em sete anos, o álbum a coloca novamente, na boa companhia dos produtores Jimmy Jam e Terry Lewis.

"Unbreakable"
é o primeiro álbum que Janet  lança de forma independente, pelo seu selo Rhythm Nation Records.  "Unbreakable" é um tapa na cara de criticos que preferem contar as rugas da cantora do que ouvir música boa. No alto de seus 49 anos, Janet Jackson está em plena forma.

Ela se moderniza em "Unbreakable" ao misturar elementos do início da carreira com batidas e ritmos atuais, como o Eletronic Dance Music, além de mostrar seu lado de boa compositora. Apesar de um número excessivo de faixas, é um ótimo disco pop, cuja sonoridade reflete o estilo propagado nas baladas e festas atuais.

Destaque 5 estrelas para a música "Broken Hearts Heal" que além dos motivos sentimentais pois foi dedicada a Michael Jackson meu maior ídolo, ela é o que se tem de melhor de uma Janet Jackson. Vocais doces, ritmo gostoso, melodia envolvente e batida house irresistível.

Mas não fica por aí só. Outra maravilha do álbum é o funk "BurnItup"ao lado de Missy Elliot. Aqui Janet, Jam e Lewis mostram para as novas gerações como se faz uma música boa pra dançar. Eletrizante do começo ao fim, com uma batida seca e original.

Mas "Unbreakable"não fica só nisso. Muito pelo contrário. Temos a deliciosa "Gon'B Alright"com altas referências a Sly Stone um dos grandes ídolos de Janet. Temos também a estonteante balada "After You Fall" com apenas voz e piano onde Janet demonstra todo amor e saudade de Michael Jackson.

A faixa "Take Me Away' é outra que chegou pra ficar. Até me emocionei quando a ouvi pela primeira vez pois senti o quanto Janet superou seus traumas. "Night", "Sould Know Better" e  "No Sleep"  também são dignas de nota. Enfim Janet Jackson de volta. E uma volta por cima.


Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli


Veja o video de Burnitup! aqui
https://lnkd.in/dJKR8cB