27/02/2012

A Voz da Filadélfia

Com uma das vozes mais lindas da história da música negra, Teddy Pendergrass teve uma carreira brilhante e uma história de vida marcada pela luta.
 
 
 
 

O Som da Fildélfia criado nos anos 70 por Gamble & Huff e que deu origem a Disco Music revelou grandes bandas e cantores. Mas talvez nenhum maior ou melhor que Teddy Pendergrass. Se a Filadélfia tem um som, ela também tem uma voz. Uma das mais lindas da música negra.

Teddy Pendergrass, ficou mundialmente conhecido como vocalista principal banda do movimento, Harold Melvin & The Blue Notes. E depois teve uma carreira solo consistente e de muito sucesso. Em 1982 ficou paraplégico depois de um acidente automobilístico terrível.

Teddy Pendergrass nasceu na Filadélfia e como muitos jovens negros começou a cantar na igreja. Tornou-se um exímio vocalista e baterista. Entrou no final dos anos 60 na banda Cadillacs que o tornou popular em sua cidade e chamou a atenção de Harold Melvin.

 
 
 
 

A sua voz rouca e uma presença de palco bem sexy funcionou maravilhosamente no contexto do grupo, e com a produção da dupla Gamble & Huff,  o Harold Melvin and the Blue Notes tornou-se um dos maiores grupos vocais dos anos 70.

Teddy começou a se destacar dos demais graças a suas interpretações magistrais  principalmente nos hits "If You Don't Know Me by Now"  e “Wake Up Everybody". Era natural que surgisse uma tensão entre ele e Harold Melvin na divisão do dinheiro.
 
Em 1977 Pendergrass decidiu se aventurar em carreira solo assinando com Gamble & Huff, enquanto Harold Melvin & The Blue Notes foi para a ABC. Pendergrass se tornou o maior astro da gravadora e colocou seu nome no topo do R&B mundial.

 
 
 
 

De 1977 até 1982, Pendergrass lançou uma série de álbuns que foram sucessos absolutos. Era um álbum multiplatinado atrás do outro graças a músicas célebres como "I Don't Love You Anymore", "Turn Off The Lights" e "Close The Door" (minha favorita).

Pra se ter uma idéia ele foi o primeiro cantor de R&B a lançar cicno álbuns multi-platinados consecutivos. Mas em 1982 Teddy se envolveu num acidente quase fatal. Ficou meses hospitalizado  e infelizmente saiu de lá paraplégico.

Numa vontade incrível de superar este duro golpe, Teddy Pendergrass assinou coma Elektra Records e um ano mais tarde estava de volta a música. A força de sua voz já não era mais a mesma, mas sua força de vontade era gigante e ele conseguiu.

 
 
 
 

Começou a fazer shows mesmo sentado numa cadeira de rodas e continuou sendo um hitmaker. Como "Hold Me"(com a então novata Whitney Houston), "You're My Latest My Greatest Inspiration" e principalmente  "Joy" uma de suas grandes músicas da vida.
 
Pendergrass mais tarde fundou o Teddy Pendergrass Alliance, uma organização cuja missão é incentivar e ajudar as pessoas com lesões na medula espinhal atingir seu potencial máximo na educação, emprego, habitação, produtividade e independência.

Mesmo sem o mesmo brilhantismo e sucesso, Teddy Pendergrass permaneceu ativo nos anos 90 e em 2001 fez um concerto memorável em Atlantic City. Parou de cantar anos antes de falecer. Não conseguiu vencer a  luta contra o câncer. Ele se foi! Mas sua voz é realmente eterna!

 
 
 
 



Sérgio Scarpelli