18/11/2019

O melhor álbum de 2019

a banda inglesa The Brand New Heavies se supera e faz seu melhor álbum desde Brother Sister.





O Acid Jazz nasceu com base em ritmos atemporais. Soul, Funk, Disco e Jazz. Por isso até o próprio Acid Jazz se tornou imortal. Um tipo de música não datada. Que foge dos padrões da moda e sempre se dá bem seja em que tempo for.  Prova disso é o álbum "TBNH". O novo álbum da banda inglesa The Brand New Heavies. Pra mim, o melhor álbum de 2019 disparado.

Quando se discute o futuro dos álbuns, o Brand New Heavies dá uma resposta significativa mostrando que ainda é possível juntar um monte de músicas ótimas, bem tocadas, dentro de um mesmo conceito. Basta ter talento e inspiração. É isso Simon Bartolomew e Andrew Levy tem de sobra. Tanto que assimilaram muito bem a saída de um dos membros fundadores da banda, o também ótimo Jan Kincaid, fazendo um discaço

Um das marcas do álbum "TBNH" foi trazer de volta a vocalista histórica da banda N'Dea Davemport e resgatar Siedah Garrett. Foram tiros certeiros. Tanto que “Getaway” com N'Dea e “In My Destiny” com Siedah são as grandes faixas do álbum. Mas não é só isso. O álbum TBNH dá as boas vindas a nova vocalista fixa da banda, a cantora inglesa Angela Ricci que é sensacional.

As 14 faixas transbordam positividade e boa música. Fora que a produção é extremamente cuidadosa e o álbum exala aquele som orgânico delicioso. Outros destaques incríveis ficam por conta de “Beautifull” com a diva inglesa Beverley Knight e ”Stupid Love” que coça os calcanhares com Angela Ricci nos vocais aqui. Ainda participam do álbum Honey LaRochelle, Laville e Jack Knight com faixas também exuberantes.

Aliás o álbum inteiro é exuberante. É o melhor do ano e desde "Brother Sister" é o melhor do The Brand New Heavies sem sombra de dúvidas. e olha que eles fizeram discos muito bons desde lá.


Por Sérgio Scarpelli