23/10/2013

Anjo da Música

Com sua beleza estonteante e uma linda voz suave , Amel Larrieux lança o 5º álbum de sua carreira com o mesmo brilho de sempre.
 
 
 
 

Conheci a cantora Amel Larrieux ainda nos seus tempos de Groovy Theory onde ela fazia parceria com Bryce Wilson. A música era "Tell Me" (veja o video http://t.co/VpaRUc8aRP) que tinha uma levada incrível remetendo a clássicos como "Rising To The Top" de Kenny Burke e "All Night Long" de Mary Jane Girls.

Pelas referências é lógico que me apaixonei de cara pelo duo. E mais ainda pela sua vocalista que é dona de um sorriso simplesmente lindo e uma voz doce, suave sem jamais ser fraca. E quando peguei o álbum nas mãos meu coração bateu ainda mais forte com o remake brilhante do clássico "Hello It's Me".

Depois disso Amel Larrieux foi vocalista do projeto dos músicos da banda Sade, Sweetback (veja o video https://t.co/BYtsvLEr6r) Aliás ela e Sade Adu tem muito a ver. São lindas, sensuais e escolhem para seu repertório músicas suaves sem jamais esbarrar no pieguismo ou na breguice do Smooth Jazz.

Com todos estes predicados era mais que natural que Amel Larrieux alçasse vôos mais altos e isso aconteceu em 2000 de maneira bilhante com seu primeiro álbum solo "Infinite Possibilities"que já nascia com o hit "Get Up" (veja o video https://t.co/SLVpVYoIDg).

Além de marcar sua estréia solo e consolidar sua carreira logo de cara, "Infinite Possibilities" trouxe uma coleção de belas faixas como "Make Me Whole", "Sweet Misery", "Searchin'For My Soul" e "Down" e a gata foi indicada ao Grammy ao lado de Stanley Clark.

Depois desta estréia pra lá de brilhante, a musa consolidou sua carreira nos álbuns seguintes: "Bravebird" (2004), "Morning"(2006) e "Lovely Standards" (2007). Todos com aquela marca suave da cantora e com momnetos realmentre deliciosos de música boa.

Agora depois de um hiato de praticamente 6 anos, Amel Larrieux está de volta com o incrível álbum "Ice Cream Every Day" onde ela mostra o estilo, bom gosto e talento de sempre, mas também se arrisca em novas toadas e o faz muito bem diga-se de passagem. Até num funkão mais pesado ela manda bem.

Amel Larrieux prova que tem um estilo eclético e que também é exímia compositora. "Ice Cream Every Day" é realmente tão gostoso quanto tomar sorvete todo dia. É um álbum leve, solto e que faz você viajar a cada faixa. É aquele tipo de álbum que você deixa tocar e nunca tem vontade de mudar.

E pra quem acompanha a carreira da moça desde sempre se surpreende com algumas faixas como "You Don't See Me"que é a melhor do álbum. O estilo Soul inconfundível de Amel aqui é turbinado por uma batida eletrônica seca e descompasada. Simplesmente adorável.

Outra grande faixa é "Orange Glow". Esta foge bem do estilo consagrado da beldade. É um funk delicioso com backing vocals no melhor estilo Motown, onde Amel Larrieux solta a voz num tom mais agudo. Simplesmente sensacional. "Afraid", o primeiro single lançado também é fora de série.

Preste atenção também nas faixas "See Where You Are", "Have You", "Don't Let Me Down" e "A Million Sapphires". Enfim Amel Larrieux no alto dos seus 40 anos, está de volta no auge da forma e da beleza, com um álbum realmente imperdível. Valeria a pena só pela capa, mas a música é boa.

Altamente recomendado.


Sérgio Scarpelli



Ouça o ábum aqui https://t.co/ealgwnvCrZ