29/02/2012

Welcome Back To Black!

Depois de praticamente 4 anos do sucesso de "Shine", Estelle está de volta sem grandes novidades mas mantendo o mesmo nível elevado.
 
 
 
 

Já se passaram quase oito anos da estréia quase que frustrada da cantora inglesa Estelle. Ela não deixou a casa cair e três anos e meio mais tarde deu a volta por cima e lançou o aclamado álbum "Shine', com direito ao superhit "American Boy" que rendeu até um Grammy a cantora.

Quase 4 anos depois Estelle está de volta com o aguardado "All Of Me". E bota aguardado nisso já que o primeiro single deste álbum, a música "Freak" foi lançada em fevereiro de 2010. E o segundo "Fall In Love" em junho do mesmo ano. E em 2011 mais três singles.

Na verdade "All Of Me" era pra ter saído ainda em 2010. Mas Estelle não gostou do produto final e adiou diversas vezes o lançamento. Como ela mesmo disse, ela tinha tempo o suficiente para criar um álbum com muitas músicas boas que ela gostasse de ouvir.

Não é a toa que o novo álbum desta garota incrível de West London é repleto de músicas. São 19 faixas ao todo. E com uma que tem tudo para ser a nova "American Boy", que é a faixa "Do Me Thing" em que ela canta junto com o furacão Janelle Monae. Tem cara de hit.

Na verdade, musicalmente o álbum é um passo pra trás de "Shine". Ele recorre a um R&B mais antigo, mais clássico. Talvez Estelle, e isso é muito bom, deu um basta para o apelo pop demasiado. "All Of Me"não é um álbum datado. Na verdade, é autêntico e muito bem feito.

Tenho uma teoria que o sucesso pode ser muito benéfico ao artista se ele souber absorver de um forma positiva. Não se achando um novo Deus. O sucesso dá um aval e uma segurança para que você possa realizar aquilo que acredita, sem estar com a corda no pescoço.

E para mim foi isso que aconteceu com Estelle. Todo o sucesso causado por "Shine", fez a cantora produzir aquilo que acredita, de uma maneira livre e tranquila. Não que o álbum seja de um total desapego ao sucesso. Não estamos falando aqui de filantropia. Muito pelo contrário.

Tanto que o casting de colaboradores é uma prova cabal que o álbum quer vender e muito. Temos Janelle Monae, Chris Brown, Trey Songz, Rick Ross, John Legend, Nas e Kardinal Offishall. Todos que fazem a cabeça  desta galerinha mais jovem que curte R&B.

Mesmo assim é um álbum que apesar da falta de grandes novidades, mantém um nível muito elevado em termos musicais. Estelle não imita ninguém, não quer ser ninguém além de Estelle. Ela tem poderio vocal, talento, charme e sensibilidade pra fazer música boa.

Ela se dá ao direito de colocar no meio do álbum baladas fantásticas e super românticas como "Thank You" e "Break My Heart". E quando divide o microfone com seus convidados ilustres, é Estelle que dá o tom sempre. O álbum é dela e isso não se tem a menor dúvida.

Destaque 5 estrelas para faixa "Back To Love" que é estonteante. Um tremendo balanço que além da marca registrada de Estelle prova que o R&B pode ser moderno e bem feito ao mesmo tempo. "Cold Crush" é outra beleza de música. Com uma melodia e arranjo belíssimos.

Outros destaques ficam por conta lógico de "Do Me Thing", "Thank You", "Break My Heart", "Fall In Love" que no álbum é com John Legend, "All Day Long", "Love The Way Whe Used To" e "Speak Ya Mind". Enfim é muito bom ter Estelle de volta.


Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli



Mais detalhes acesse www.estellemusic.com