26/09/2013

A Volta Dos Que Não Foram

Earth Wind & Fire está de volta depois de 8 anos com o álbum "Now, Then & Forever"que dá continuidade ao seu legado com músicas novas.
 
 
 
 

A antológica e eterna banda Earth Wind & Fire está de volta com álbum novo. Isso quer dizer que suas músicas vão voltar a tocar, certo? Errado! Earth Wind & Fire nunca deixou de tocar um dia sequer. Pode ficar afastada por décadas e ainda vamos escutar um "September" ou "Boogie Wonderland" por aí.

É a famosa volta daqueles que nunca foram. Porque Earth, Wind & Fire já faz parte da vida há mais de 40 anos. É tanta música boa, tantos hits, que um álbum novo não significa redenção. E sim continuidade. Pra você ter uma idéia, o álbum anterior 'Ilumination" que não era dos mais inspirados foi indicado ao Grammy.

Digo sempre que uma banda boa tem que ter no mínimo um vocalista matador. Mas o Earth Wind & Fire foi brindado com dois exímios e talentosos vocalistas Maurice White e Philip Bailey. Não é pra qualquer um. Aliás Maurice que é fundador da banda ao lado de seu irmão baixista Verdine White.

Infelizmente Maurice White sofre de "Mal de Parkinson"e teve que se afastar do Show Bizz. Mas sobrou Philip Bailey que é tão bom quanto e supriu a falta do parceiro no palco e nos álbuns. Bailey, ao lado de Verdine White e Ralph Johnson trataram de manter o legado da banda.

E se no últmos e mais recentes álbuns o Earth Wind & Fire de certa forma tentou fundir seu som aos novos tempos da música negra, agora eles trataram de buscar no próprio som da banda sua inspiração. E foi uma decisão sábia já que a música feita pela banda é melhor do qualquer coisa que se tem hoje em dia.

Tanto que quando ouvi o primeior single "My Promise" (veja o video ) fiquei muito feliz. O Earth Wind & Fire voltou a ser Earth Wind & Fire e aí a satisfação é garantida. Como bem disse Verdine White, a banda voltou às raizes com músicas para seus fãs.

Assim nasceu "Now, Then & Forever". Um álbum econômico com apenas 10 faixas mas extremamente bom. Temos aí o DNA da banda intacto. E mesmo sem Maurice White, a gente tem a nítida sensação que tá todo mundo aí. Som orgânico, rico nos arranjos de metais, vocais procisos e extremamente dançante.

"O conceito de "Now, Then & Forever" é realmente sobre o legado do Earth, Wind & Fire”, diz Philip Bailey. ”O espírito da banda sempre foi em elevar o consciência da humanidade e tivemos a oportunidade de juntar tudo musicalmente. Há uma esperança a música de Earth, Wind & Fire dure para sempre.”

Em comparação com seu antecessor, temos um álbum bem mais rico liricamente, vocalmente e de valores de produção. Na verdade, com exceção de duas faixas, todas as músicas foram escritas ou co-escritas por um membros do grupo. Tem até música de D. Philip Bailey em homenagem a seu pai famoso.

Destaque 5 estrelas para as faixas "My Promise", um senhor balanço com a marca registrada EW&F, e a estonteante "Love Is Law"  com direito àquele falsete mágico de Philip Bailey e uma levada Soul moderna e simplesmente divina. É a melhor faixa do álbum e a melhor música da banda neste século.

Outra maravilha e "Dance Floor" (veja o video http://t.co/qVxRuYJty2) que é um pancadão incrível com Verdine White arrasando no baixo. Linda também é "Night Of My Life" que também é dedicada as pistas de dança. E  a bela "Sign On" com Daniel McClaim carrega a genética da banda.

Realmente o Earth Wind & Fire está de volta apesar de nunca terem ido embora. Altamente recomendado.


Sérgio Scarpelli



Ouça o álbum https://t.co/faJtW4nuYV