26/03/2013

Livre Pra Criar

Maylee Todd mostra um espírito livre e todo seu talento como cantora, compositora e produtora em seu incrível segundo álbum "Escapology".
 
 
 
 

Um das gratas surpresas que eu tive na música nos últimos tempos foi exatamente a cantora canadense Maylee Todd com seu single "Hieroglyphics". Uma música alegre, pulsante, bem produzida que nos remetia a Era Disco de uma maneira gostosa e não saudosa. Tinha cheiro de coisa nova ali.

Depois de quase um ano, a garota simplesmente se superou e lançou mais um single, o incrível e definitivo "Baby's Got It" que arrancou suspiros profundos de quem ama Boogie e música Disco. O que era apenas uma sensação de coisa boa, se confirmaria de uma forma categórica e latente.

Maylee Todd é um artista completa e inspirada. Sua criatividade é tão abundante que ela passeia por várias disciplinas artísticas. Além de cantora, compositora e produtora, a gracinha canadense está atrelada ao cinema, arte, e design. Quem curte seus videos sabe que ela é tudo isso mesmo de uma só vez.

Em termos musicais, Maylee Todd combina formas orgânicas e eletrônicas e frequenta vertentes como o Funk, Soul, Boogie, Disco, Indie, Bossa Nova e até um pouco de Pscicodelia. Na verdade fica difícil rotulá-la já que ela realmente é um espírito livre, uma artista independente na concepção da palavra.

E o mais bacana de tudo é que essas influências aparentemente díspares são totalmente harmoniosas nas criações da artista canadense. É como se Maylee Todd incorporasse cada elemento de uma vez só, nas entranhas. Realmente ela é bem talentosa e mesmo não tendo uma voz descomunal, funciona muito.

Pois bem, Maylee Todd lançou no último dia 02 de abril, seu segundo álbum "Escapology". Totalmente independente, produzido e composto pela própria, o álbum é mais Boogie, Soul e Funk do que qualquer outra coisa. De uma maneira só sua, ela colocou os dois pés nos Anos 70.

"Escapology" é adorável. Gostoso de ouvir do começo ao fim. Tem espírito livre nas suas composições e até uma certa picardia. Sim o álbum é bem humorado e altamente charmoso. Tem muito sabor assim como sua autora. É colorido, diferente e se destaca nesta paisagem musical pasteurizada.

Destaque 5 estrelas para a já citada "Baby's Got It"(veja o video http://t.co/HjNZpJC4). Uma música simplesmente adorável com elementos modernos mas com vistas para o Globo Espelhado. Outro destaque master sem dúvida é "Hieroglyphics" que vem numa versão diferente no álbum.

Mas "Escapology" não para por aí. Tem muita música boa como a sensacional "Do You Know What It Is"que é um funk de primeira grandeza. Realmente uma pancada orgânica. Mais calminha mas não menos sensacional é a faixa "First And Last" que passeia pela Velha Escola da Soul Music.

Destaco ainda  "Did Everything I Could' que é uma belezinha de som bem ao estilo das baladas que eram feitas no Anos 70. Mesma coisa com "I Can't Stand It". Enfim ouvir Maylee Todd e "Escapology" é uma experiência deliciosa que enche a alma de alegria e os ouvidos de música boa. Altamente recomendado.


Sérgio Scarpelli