14/05/2014

Michael Eternamente!

Principalmente por "Love Never Felt So Good", 2º álbum póstumo do Rei do Pop cumpre a missão de resgatar a emoção dos fãs e deixar claro a grandeza do ídolo.
 
 
 
 

É impressionante. Ninguém foi e nem será maior que MIchael Jackson. Porque mesmo depois de 5 anos de sua morte ele consegue emocionar e surpreender. Mesmo com materiais de arquivo ou músicas que ele não lançou por algum motivo. Michael Jackson é único e eterno.

Eu mesmo ao ouvir "Love Never Felt So Good" pela primeira vez, não só me emocionei pelo contexto todo como tive aquele gostinho que não tinha há muito tempo. Ouvir uma música de Michael Jackson inédita com toda a alma, carisma e leveza que ele sempre trouxe pra minha vida. E ouvir umas 20 vezes seguidas.

Vou mais longe "Love Never Felt So Good" é a melhor música de Michael Jackson que escuto desde "Stranger In Moscow" do álbum History. Ela traz a essência de Michael. E eu acho que a escolha de Justin Timberlake para o dueto foi justa, pois ele é um seguidor confesso do Rei do Pop. Fã mesmo!

Claro que estou falando do álbum "Xscape", segundo álbum póstumo do Rei do Pop lançado pela Epic Records. Para os fãs mais ardorosos há muito pouca novidade pois vem rolando há muito tempo na internet uma pá de músicas inéditas do cantor. Por isso fique coma versão "De Luxe".

"Xscape" tem oito faixas inéditas produzidas por Timbaland, Rodney Jerkins, Stargate, Jerome "Jroc" Harmon e John McClain sob a curadoria de L.A.Reid. Só que a versão De Luxe por exemplo traz além destas faixas as gravações e os arranjos originais das músicas.

Na verdade L.A.Reid entende muito de música e principalmente entende muito de Michael Jackson. Há uma notória preocupação em trazer material de qualidade e não só com a chancela de ser material inédito como aconteceu em "Michael", o primeiro e oportunista álbum póstumo.

Tanto que eles foram buscar material gravado no auge da carreira do cantor entre os anos 80 e 90. Depois de "Thriller" e antes de "Invincible". Por exemplo é notório que "Love Never Felt So Good" foi gravada no início dos anos 80 até pelo próprio timbre de Michael. Ele fez a demo logo depois em 1983.

Talvez Michael não a tenha lançado na época porquer "Thriller" ainda era um estrondo. Outras em "Xscape"também são muito boas como "Loving You", a própria "Xscape" que deveria estar em "Invincible". Isso sem falar na versão original de "A Place With No Name"que é linda.

Na grande maioria das músicas os produtores trabalharam com o vocal a capella para ter um maior poder de criação sem influências dos arranjos originais. Na minha opinião em duas delas eles poderiam ter mantido o que foi gravado antes como em "A Place With No Name" e a versão dance de "Slave To The Rhythm".

A faixa "Blue Gangsta" é outro achado de "Xscape". Um álbum muitíssimo superior a "Michael". Parece ter tido mais cuidado e mais respeito de quem foi Michael Jackson. Tanto que "Love Never Felt So Good" bateu o recorde de audiência na estréia com 34 milhões de pessoas e "Xscape" é lider em 54 países já.

Isso é Michael Jackson. Emoção, alegria, música e recordes. Infelizes daqueles críticos que analisam "Xscape"como um lançamento comum de um artista vivo. Eles não tem idéia do que foi Michael Jackson e jamais terão. Eu sei quem ele foi, sou seu contemporâneo e me orgulho disso.


Sérgio Scarpelli


Veja aqui http://t.co/0lPWXAvbME o video de "Love Never Felt So Good"

Sérgio Scarpelli