20/06/2009

A Obra Prima do Rei do Pop

Unindo R&B com Disco Music, "Off The Wall" revolucionou a música negra e mostrou o melhor de Michael Jackson.
 
 
 
 

Sempre me perguntam que álbum de Michael Jackson eu acho melhor, "Thriller" ou " Off The Wall"? A resposta imediata é claro que é "Off The Wall" pois trata-se do meu álbum preferido de todos os tempos. Mas aí lembro que "Thriller" tem Billie Jean ...Mas fala a verdade, o que isso importa? Sorte nossa que temos os dois em mãos. E o fato é que "Off The Wall" foi uma espécie de abre alas para a glória de Michael Jackson.

Passaram-se 30 anos de seu lancamento e "Off The Wall" continua perfeito. Suas texturas, arranjos, musicalidade e repertório. Temos um Michael Jackson maduro, bonito, no auge, sabendo o que queria. E apesar de ter chegado quando o movimento da Disco Music estava quase apagando as luzes, ele representa o que de melhor se fez no movimento.

"Off The Wall" foi o primeiro álbum gravado por Michael Jackson em idade adulta. Lançado pela Epic, em 1979, inaugurou a parceria com Quincy Jones. Foi durante alguns anos o álbum de black music mais vendido da história. Chegou a cifra de quase 20 milhões de cópias. Colocou "Don't Stop 'Till You Get Enough" e "Rock With You" no primeiro lugar dos charts.

 
 
 
 

"Off The Wall"
ficou 84 semanas consecutivas  entre os álbuns mais comprados nos Estados Unidos. Foi o primeiro álbum em que Michael Jackson cantou suas próprias composicões. Entre elas "Don't Stop 'Till You Get Enough" que rendeu o primeiro dos inúmeros prêmios Grammy que ganhou. E "Off The Wall" fez Michael Jackson ser o primeiro cantor a colocar quatro músicas de um mesmo álbum entre as dez mais tocadas.

Além de Michael Jackson, ilustres compositores habitam o álbum. Paul McCartney ("Girlfriend"), Stevie Wonder ("I Can't Help It") e Rod Temperton ("Rock With You"). E ainda Quincy Jones reuniu um timaço na cozinha como por exemplo o baixista Louis Johnson (Brothers Johnson), a cantora Patti Austin que divide os vocais com Jackson em "It's The Falling In Love" e George Duke.

O álbum "Off The Wall" para mim é a obra prima musical de Michael Jackson. Um álbum fantástico que tem uma pedrada atrás da outra. Abre simplesmente com "Don't Stop 'Till You Get Enough" que é executada há 30 anos e sem parar. Não tem um ser humano que consiga ficar parado com esta música. Não tem uma rádio que não a toque de vez em quando. Não tem um DJ que não a tenha em seu set numa festa.

 
 
 
 

"Rock With You" pra mim é uma música perfeita. Foi eleita a melhor música da era Disco. É a segunda música que eu mais adoro de Michael Jackson. Perde só para Billie Jean. Foi o segundo single lançado de "Off The Wall".  chegando ao número 1 na parada pop e na parada R&B em 1980. E tinha um videoclip simples mas antológico onde Michael Jackson abusa de dançar bem.

A faixa que dá nome ao disco "Off The Wall" é outra que é um caso sério. Absurda! Foi o terceiro single deste álbum a alcançar o Top Ten. Música também de Rod Temperton.  Com produção impecável de Quincy Jones, tem Louis Johnson no baixo, George Duke no sintetizador, David Williams na guitarra e John Robinson na bateria. Fora a sessão de metais dos The Seawind Horns.

E "Off The Wall" ainda reservava pra gente o grande balanço "Working Day And Night". Uma espécie de pedra fundamental de "Wanna Be Startin' Somethin". As duas músicas caminham na mesma pegada. E também a maravilhosa "I Can't Help It" composta por Stevie Wonder especialmente para Michael Jackson. Incrível que esta música  foi um Lado B de "Off The Wall". Pra ter idéia da qualidade do disco.

Obra prima!

 
 
 
 



Sérgio Scarpelli