14/07/2011

Jantar a Dois

O casal Dinner At The Thompson's oferece um cardápio variado de música eletrônica com diversos e deliciosos sabores.
 
 
 
 

Ela é Lucille Tee, cantora novairoquina com uma voz deliciosamente sedutora. Ele é Fablive, DJ e produtor francês que explora todos os sabores da música eletrônica. Juntos eles formam o surpreendente Dinner At The Thompson's que estão com o álbum "Off The Grid".

Difícil definir qual a vertente que este álbum se encaixa. Pode ser muito bem classificado como um álbum de Jazz Eletrônico, ou talvez Pop com nuances de Acid Jazz. Quem sabe até um legítimo Trip Hop. Mas quem precisa de definições quando na verdade estamos falando de música boa?

E isso "Off The Grid" tem de sobra. Ouvindo o álbum eu defino como um mix inteligente de Jazz com influências do Hip Hop, Funk e música eletrônica refinada e underground. Enfim na verdade são canções muito bem elaboradas com melodias fortes e atemporais.

Posso dizer sem medo de errar que este álbum não soaria estranho se fosse lançado em algum ponto dos últimos vinte anos por exemplo. Quem sabe até se trate de uma evolução eletrônica para o som inventado pelo The Brand New Heavies. Ou seja, é quase revolucionário.

As batidas são extremamente contagiantes e os vocais de Lucille Tee são sensuais. O álbum todo tem uma discordância no seu conceito mas as melodias equilibram tudo perfeitamente. É rico nas suas influências tanto que temos até vestígios de Ennio Morricone.

Lucille Tee e Fablive começaram a trabalhar juntos em 2005 e foram festejados logo de cara por ninguém menos que Gilles Peterson. Dois anos mais tarde lançaram "Lifetime On Planet Earth" que é um álbum que tem quase a mesma vibe de "On The Grid".

Destaque para duas faixas que eu considero brilhantes. A primeira é "Different Beings" que simplesmente é adorável do começo ao fim e ainda traz a participação incrível de Lee Fields. É daquelas músicas que elevam o astral de qualquer ser humano. Música linda e feliz.

Outra faixa notável é a sensualíssima "Spirulina Queen" que tem um certo mood de Swing Out Sister mas é mais pesada e mais forte. Destaque também para "Running" que tem aquela pegada instrumental das trilhas de "James Bond". "Rice and Dreams" é outra bela pedrada do álbum.

Enfim se algum destes Thompson's te convidar para jantar aceite na hora. Altamente recomendado!



Sérgio Scarpelli