14/09/2009

A Diferente Yolanda Johnson

Com o seu álbum de estréia “Breathing” ela mostra criatividade, ousadia e uma voz absolutamente incrível.
 
 
 
 

Mais do mesmo. É assim que defino a maioria dos lançamentos Soul/R&B dos últimos tempos. Claro que tem exceções, mas o que tem se visto por aí são artistas que descobrem seu groove e não saem mais dele. Mudam a levada, o tema, a textura mas é sempre a mesma coisa.

Por isso é muito boa a experiência de ouvir “Breathing”, álbum de estréía de Yolanda Johnson. Ela é tão constante como um passeio numa montanha russa. Ou seja, ela apresenta uma variedade incrível de grooves sempre com competência e uma voz realmente gostosa de se ouvir.

Yolanda Johnson arriscou e muito. Brinco que o título do álbum é tudo que ela não quer que o ouvinte faça, ou seja, respirar. Ninguém vai acusar Yolanda Johnson de tomar mais fácil  a vida de quem ouve o disco. Ela foi ambiciosa e mistura um monte de coisas sem um fio condutor.

E por isso ela brilha sem parar em cada faixa se tornando realmente uma gratíssima surpresa num mundo tão pasteurizado e cheio de formulinhas. Ela é avessa a isso e torna a experiência em ouví-la algo realmente prazeiroso. Mesmo que as vezes soe estranho na primeira audição.
 
O ponto mais alto do álbum é a música “Living”.Com um baixo alucinante do começo ao fim é uma Soul Music contemporânea com nuances de Jazz. Simplesmente fantástica. “ Lose Control” é uma aula de como uma música R&B bem feita pode ser música para os ouvidos.

A faixa título “Breathing” é outro assombro. Tem uma beleza descomunal em seu arranjo nada convencional. A levada de Yolanda deixa a música cada vez mais intensa. Já " When I See You " tem uma vibe Soul retrô mas com uma textura modernosa bem no estilão Raphael Saadiq.

Diferente e altamente recomendado.


Sérgio Scarpelli


Para mais detalhes sobre Yolanda Johnson acesse www.myspace.com/yolandajohnson