01/05/2011

O Funk Brother

O lendário guitarrista Dennis Coffey está de volta pela Strut Records dividindo seu talento com a nova geração do Funk.
 
 
 
 

Quando se fala em Motown, os primeiros nomes que vem a mente são Supremes, Jackson 5, Marvin Gaye, Temptations, Stevie Wonder, Smokey Robinson e por aí vai. Mas pelo incrível que pareça a genialidade da gravadora não era restrita a estes nomes.

Eles eram uma espécie de vitrine de um trabalho musical com excelência. O background era tão ou mais genial que eles. Estou falando dos "Funk Brothers". A maior fábrica de crirar sucessos de toda a história da música. Ninguém participou de tantos hits quanto eles.

Superando até os Beatles, Beach Boys, Rolling Stones e Elvis Presley. A história toda começa em 1959 quando Berry Gordy reuniu os melhores músicos da cena do jazz e blues para iniciar a edição de canções para sua nova gravadora em Detroit, a Motown.

Estava criada assim um verdadeiro "Dream Team" de músicos. E um membro ilustre deste time era o guitarrista Dennis Coffey que agora está de volta com seu novo álbum dividindo os créditos com gente boa da nova geração como Fanny Franklin, Lisa Kekaula e Mayer Hawthorne.

Este cara é de um talento descomunal e prestou grandes serviçõs a música negra apesar de ser branco. Além da Motown, Coffey tocou no Funkadelic e fez uma das obras primas do movimento Blaxplotation com a maravilhosa trilha para "Black Belt Jones" de 1973.

Este novo ábum essencialmente instrumental é uma espécie de resgate das raízes da Soul Music e do Funk puro em que Coffey sempre foi o mestre . É uma espécie de "Jam Funk" onde ele coloca os acordes de sua guitarra de forma intensa e viril.

E por isso o álbum é um deleite não só nas faixas instrumentais com naquelas intreprertadas por esta nova geração. Fanny Franklin arrebenta tudo em "Don't Knock My Love", assim como Mayer Hawthorne em "All Your Goodies Are Gone".

Outros destaques são as faixas "Somebody Been Slleping" que tem o vozeirão de Lisa Kekaula do Bellrays, a sapatada "Android" que é alucinante,  "Miss Millie" com participação de Kings Go Forth e "I Bet You" com MIck Collins e Rachel Nagy.


A chama de Detroit continua acesa! Altamente recomendado.


Sérgio Scarpelli