06/11/2008

Dejaye – And The Good News is…

Dejaye. Falando de Deus e com muito groove.

 
 
 
 
Como o título do álbum sugere, a ótima notícia na verdade é o dono do álbum. O cantor gospel Dejaye que optou falar de Deus com pancadões funk. E vou dizer uma coisa, o Criador está muito orgulhoso de seu servo. Dejaye além de ótimo vocalista se notabiliza pelos ótimos grooves. Ou seja, se na letra se fala de Deus e na música ele não comete nenhum pecado. É tudo muito bom do começo ao fim.

Dejaye é meio prodígio. Começou a tocar teclado quando ainda usava calças curtas. E aos 14 anos iniciou sua carreira tocando, claro, na igreja. Sempre carola convicto, aos 18 anos ele fundou um coral gospel na Universidade de Ohio e logo em seguida gravaria seu primeiro álbum "The Gospel According To The Soul". Como os pastores americanos costumam dizer em seus sermões, Dejaye recebeu um "gift" dos céus porque podemos dizer que seu "álbum debut" foi uma perfeita massagem para os ouvidos tamanha sua qualidade.

Sorte de iniciante? Que nada! Agora Dejaye lança "And The Good New is..." que é bem superior ao álbum de estréia. Porque como disse antes, o cara resolveu fazer suas preces sonoras com o melhor groove possível. Ou seja, quem não entende inglês jamais irá definir o álbum como Gospel. Um exemplo muito claro é a ótima "Betta than that". Uma benção não só para os ouvidos como para o corpo todo. É aquele tipo de groove que você não consegue ficar parado. Embarca mesmo no ritmo e quando se dá conta está dançando sem parar. Acho que nem o Senhor resiste porque esta música também massageia a alma.

Outra faixas todas poderosas são "Play This" que lembra muito os arranjos que Jimmy "Bo" Horne fazia nos anos 70, "If U Wanna Dance" (que tem certos acordes de "Last Time DJ save my Life" do Indeep), "Shake Through life"  e a faixa título que realmente é pancada. O resto do álbum é um pouco mais calminho mas não deixa de ser legal também.

Sérgio Scarpelli

07/07/2008 13:23:53