16/01/2009

Nick Van Gelder – Choose Music

Ex-baterista do Jamiroquai não nega as origens e coloca muito groove em seu primeiro álbum autoral.
 
 
 
 

Quando tem o nome Jamiroquai no meio o resultado é sempre uma grooveria só. Bastou citar a referência e o globo espelhado já começa a girar, a pista vai enchendo e o sorriso fica estampado no rosto. Assim é “Choose Music”, álbum de estréia do baterista e multi-instrumentista Nick Van Gelder que tem longa história em se tratando de groove bom.

Nick Van Gelder
começou a carreira há um bom tempo, ainda nos anos 80, numa banda de Space Rock chamada Ozric Tentacles. E já nesta época dava sinais que o groove era sua praia. Em 1990 foi para uma banda de Acid Jazz chamada “The Sandals” como guitarrista.

Um ano depois foi apresentado ao jovem “J.K.”que estava montando uma banda para tocar ao vivo. A tal banda era simplesmente o Jamiroquai. Já no primeiro single "When You Gonna Learn” eles estouraram. Lançaram o primeiro álbum “Emergency on Planet Earth” onde Nick além de baterista, tocou guitarra em algumas faixas e foi co-autor da música “If I Like It I Do It”
 
Nick deixou o Jamiroquai muito cedo, ainda em 1994. Depois disso formou o maravilhoso grupo Akimbo com Simon Bartholomew do Brand New Heavies e mais tarde fundaria o selo Deep Funk Record trabalhando como produtor e instrumentista em muitos projetos, inclusive no recente e soberbo The Super-Phonics.

Apesar do Jamiroquai ser personificado na figura de J.K, é atribuído a Nick Van Gelder a arquitetura do som original da banda. E isso é muito palpável em “Choose Music”. Aquele groove, com temperos jazzísticos, muita influência da  Disco Music e do Funk.

Em “Choose Music” além de produtor Nick Van Gelder toca todos instrumentos. Bateria (lógico), guitarra, baixo, teclados e percussão. Ainda conta com as colaborações de músicos excelentes como Jim Hunt, Dom Glover e Nichol Thomson, e o grande vocalista Mazen do Akwaab People.

E tudo isso meus amigos garantem ótimos momentos como na faixa “Aint No Friend of Mine”que é um groove instrumental com grandes interferências de metais de Dom Glover. “Won’t You Stop” é deliciosa. A voz de Mazen, que em alguns momentos lembra Smokey Robinson, faz toda diferença. Mesma coisa em “Times Like This".

“Think About it” é  fantástica. Além dos vocais de Mazen tem um sampler irado da guitarra de George Benson em “Give me The Night”. É um das minhas favoritas ao lado de “Just Give It Up”que é uma pancada. Beat lá em cima, metaleira rasgada e ainda Mazen mandando bem.

O álbum não chega a ser brilhante, mas é bem acima da média ainda mais para que gosta de groove bem feito e lógico, do Jamiroquai.


Sérgio Scarpelli


Para saber mais, acesse o site oficial www.nickvangelder.com