29/03/2010

Soul Sister Nº1

O furacão em forma de cantora Sharon Jones volta com o brilhante"I Learned the Hard Way.
 
 
 
 

Não tenho a menor dúvida. Sharon Jones é a Soul Sister Nº1 do momento. A outra constantação é que mesmo sendo brilhantes ao lado de Amy WineHouse, os The Dap Kings nasceram para acompanhar esta baixinha que tem uma voz de uma gigante.

Prova maior é o novo álbum de Sharon Jones & The Dap Kings chamado "I Learned the Hard Way" que está para ser lançado antecipadamente. O álbum estava prometido para maio mas como o single que dá nome ao mesmo está indo muito bem, pra que esperar?

Sharon Jones talvez seja a rainha do conceito "Back To The Future" que está impregnado não só na Soul Music mas na maioria das vertentes. E o que significa isso? Buscando as raízes da música no passado você acaba encontrando a música do futuro.

E o que ela faz é exatamente isso. Com uma pegada essencialmente retrô, Sharon Jones exala modernidade. E mais do que isso, de certa forma ela reiventa a fórmula que a consagrou. Ela não traz nada de novo em termos de música mas tudo é novo em se tratando de Sharon.

"I Learned the Hard Way"
talvez seja o álbum menos Sharon Jones de todos que ela já fez. Não que isso seja um problema, muito pelo contrário. Aqui é uma prova cabal que Sharon Jones pode ir muito além de tudo que ela já fez. Ela é o melhor do ressurgimento da velha escola.

A aura da Soul Music dos anos 60 com estilão Motown e Stax continua intocável. Mesmo que seu elementos estejam alinhados diferentemente de seus 3 álbuns anteriores. As letras até um certo ponto melancólicas falam sobre pagar contas, o ciúme, amor, envelhecimento.

Destaques para o single que dá nome ao álbum "I Learned the Hard Way". Diria que temos aqui uma Sharon Jones mais comedida. A música apesar de fantástica é até suave para quem está acostumado com os Deeps Souls peculiares da garota.

Outras pedradas são "The Game Gets Old", "Better Things", "Money", "Give it Back" e "Mama don't like my Man". Isso realmente só para citar algumas já que o álbum todo é fantástico. E mais, mesmo sendo da forma mais difícil Sharon Jones aprendeu tudo sobre a música.

Altamente recomendado!

Sérgio Scarpelli