06/06/2010

Made in Luxemburgo

Funky P Society arrasa com seu som orgânico e a participação mágica do cantor Isaac Roosevelt em "Get The Funk".
 
 
 
 

Uma Live Band com tudo que tem direito.Isaac Roosevelt
nos vocais, Marc Reiching no baixo, Claude Schaus nos teclados, Remo Cavlinni na guitarra, Jeff Herr na bateria, Helmut Engelhardt no sax, Kuffer Pita no trompete e Jacques Reuter no trombone.

Esse timaço todo é responsável pelo Funky P Society. Banda de Funk lá de Luxemburgo que faz um som apuradíssimo. Se não bastasse todo o brilho dos instrumentos tocados ao vivo, tem o carisma, talento e energia de Isaac Roosevelt.

Ele é que faz toda diferença na banda. Além de ser uma pessoa altamente simpática (é meu amigo no Facebook). humilde e bem humorada, o cara realmente quebra tudo quando está a frente do microfone. Ele que atesta o sabor Black na banda.

Pois bem, o Funky P Society está lancando seu primeiro álbum. E que álbum! "Get The Funk" é realmente uma ode a Soul Music e ao Funk mais tradicional. Ele inova a vertente sem jamais abrir mão das raízes. É aquele álbum gostoso que você deixa rolar inteirinho.

O Funky P Society está na estrada já faz um bom tempo. Batalhando desde 2004, a banda praticamente decolou após sua participação magistral no festival
"Blues & Jazz Rallye Luxemburg". A partir daí começaram suas aparicões na TV e  nas rádios.

A partir de 2005 seu som ultrapassou as fronteiras de Luxemburgo e os cara já estavam se apresentando em Paris, principalmente no "Paris Country Festival". Enquanto isso seu single "Smile Baby" era o nº 1 nas paradas. Depois veio Berlim, outros singles de sucesso e agora o 1º álbum.

"Get The Funk"
tem monetos brilhantes. A faixa "Falling"(veja o video) é algo de maravilhoso. Uma Soul Music como se fazia nos velhos tempos mas com texturas atuais. "Get The Funk" é outra pedrada das melhores, também com altas doses de Old School.

Outros destaques fantásticos são as faixas "Real Love", "Heaven Is Around The Corner", "So Crazy"e lógico "Smile Baby". Mas falando sério o álbum todo vale a pena. É sem dúvida um dos melhores do ano na vertente e merece um espaço na sua coleção.

Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli


Saiba mais sobre o Funky P Society. Acesse www.funkyp.lu