29/11/2008

Melinda, Melinda…Doolittle

A maior injustiçada da história do American Idol lançará seu álbum de estréia em Fevereiro.
 
 
 
 
Por Sérgio Scarpelli

Até a vitória do Barack Obama eu tinha a convicção que o povo Americano é que não sabia votar. Tudo por causa de Melinda Doolittle que foi eliminada da final da Sexta Edição do American Idol. O povo preferiu o péssimo Blacke Lewis e a normalzinha Jordin Sparks.

Melinda é tudo de bom. Além de ser uma cantora excepcional que lembra muito a diva Gladys Knight, ela é uma figura humana incrível. Calma, humilde e cativante. Canta com uma naturalidade impressionante. Diria que Melinda é o talento em forma de cantora.

Pois bem, chegou a hora de reparar as coisas. Está previsto para fevereiro de 2009, o álbum de estréia de Melinda Doolittle chamado “Coming Back to you". E pelo que já ouvi (o single It’s your Love)  ela confirmará todas as expectativas criadas em torno dela.. “Coming Back To You” promete. Será um álbum de Soul Music com tudo que tem direito.

Muito romantismo, melodias incríveis, e arranjos que privilegiam os dotes vocais de Melinda que não são poucos. E confesso que fiquei muito feliz quando ouvi “It’s Your Love”pois Melinda tomou o rumo que se esperava.
 
A participação de Melinda no American Idol.

 
 
 
 

Nunca tinha acompanhado uma edição do American Idol de fio a pavio. Até um belo dia que vi Melinda Doolittle interpretando “For Once My Life” acapela nas audições pleniminares. Imaginem que estou acostumado a ouvir esta música com Stevie Wonder ou Gladys Knight. E juro que Melinda me impressionou.

Comecei a torcer que nem um louco por ela daí em diante. Era como se o Palmeiras estivesse disputando o American Idol. E em cada apresentação os jurados Simon Cowel, Paula Abdul e Randy Jackson iam confirmando que eu estava certo.

Melinda dava um show a cada música que cantava. O mais engraçado, era sua surpresa com os elogios rasgados dos 3 jurados tamanha sua humildade. E eles tentavam toda vez aconselhá-la a acreditar em si mesmo e no seu talento que era enorme.

Até que chegou a fase semi-final e surpreendentemente Melinda foi eliminada pelo povo americano. Lembro como se fosse hoje o choque que foi para Simon, Paula e Randy. Eles ficaram atônitos com a decisão. E Melinda, ao contrário, parecia super tranquila pois a partir dali ela podia cantar sem ser mais julgada e votada.
 
Numa entrevista para o programa “Good Morning America”, Simon Cowell  disse que a Sexta Edição do American Idol deveria ter sido ganha por Doolittle. Stephen Holden do jornal The New York Times escreveu que Melinda era fenomenal. Um híbrido de Tina Turner com Gladys Knight. Que exibia uma honestidade a cada frase que cantava. E isso era um dom.

Muito se falou da injustiça cometida com Jeniffer Hudson que ficou em sétimo lugar da terceira edição do programa e depois foi consagrada em “Dreamgirls”, ganhando até um Oscar. Mas naquela temporada, ela perdeu para Fantasia, outra com um talento incrível.  No caso de Melinda a injustiça foi bem maior. Agora basta esperar para ver se tudo isso será reparado.

E tenho certeza que será. Afinal, como disse Barack Obama em sua campanha : “Melinda, yes you can".