07/06/2011

De Volta As Origens

Jill Scott está de volta no esplêndido "The Light Of The Sun" onde diz retomar suas raízes do Funk, Soul e Hip Hop.
 
 
 
 

Após o sucesso de 3 álbuns lançados e uma carreira premiada como atriz, a cantora e poetisa Jill Scott está de volta em seu novo álbum "The Light Of The Sun", o primeiro sob a chancela da Warner. E a boa notícia é que ela está melhor do que nunca cheia de vida, brilho e ritmo.

Que Jill Scott é uma exímia cantora e compositora isso todo mundo já sabe. Mas é verdade também que ela perdeu um pouco do fôlego e da sua aura fresh em seu último trabalho "The Real Thing". É que seu talento disfarça até músicas mais açucaradas e menos inspiradas.

Mas isso é parte do passado. Jill Scott voltou com tudo para a música. Como ela mesmo disse "The Light Of The Sun" é refrescante, quente e revelador. Há um pouco de Jazz, Funk e definitivamente a velha escola do Hip-Hop. Alguma poesia, alguma sensualidade e vulnerabilidade.

No popular é um discasso de Soul Music. Jill Scott está em plena forma como cantora e reluzente como pessoa. Há indícios de felicidade em todas as faixas. Fora que a própria figura de Jill Scott, bem mais magra, deixa o recado que ela está de bem com a vida.

Jill Scott vem das melhores escolas da música negra que é a cena da Filadélfia. Foi ali que nasceu o movimento que revolucionou a música pop nos anos 70, a Disco Music. E depois mais tarde, o Hip Hop da Filadélfia dominou a cena com o The Roots, Jazzy Jeff, entre outros.

Para Jill Scott a velha escola do Hip Hop é na verdade a essência da vertente. "São contadores de histórias contando suas histórias em voz alta. Você não tem que concordar ou discordar. Tudo o que tem a fazer é ouvir a história e curtir ", disse Jill Scott.

E é exatamente calcada neste pilar que Jill Scott fez "The Light Of The Sun". É um álbum essencialmente Old School mas que carrega elementos da música atual. Não há em nenhum momento algum sentimento de nostalgia. É diversão pura do começo ao fim.

A melhor música do álbum "So In Love", que ela canta num dueto fantástico com Anthony Hamilton, é a prova cabal disso. É uma Soul Music clássica com acordes de Disco Music que nos remete aos melhores momentos do Anos 70 sem jamais parecer velha.

Outra bela faixa chamada "Shame" vai na mesma toada. Só que aqui Jill Scott em vez da Disco, resgata aquele Hip Hop mais dançante, leve e sem neurose. Interessante é que Jill Scott contou que esta música nasceu por acidente graças ao produtor Jr Hudson.

Outros destaques são "Blessed", simplesmente divina, "So Gone (What My Mind Says)" com participação de Paul Wall , "Hear My Call", "Some Other Time", "Making You Wait" , "Until Then (I Imagine)" e "Missing You". Enfim o álbum todo!

O lançamento de "The Light Of The Sun" está previsto para 28/06. Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli