06/11/2008

PlantLife – Time Traveler

PlantLife mostra mais uma vez seu funk ousado e criativo.

 
 
 
 
É realmente incrível. James Brown já se foi há algum tempo e mesmo assim continua produzindo filhos pelo mundo todo. E filhos talentosos. Motivo de orgulho para qualquer pai. Principalmente o pai do Funk. O grupo Plantlife é isso. Funk do começo ao fim. A eletrônica a serviço do groove.

Se no primeiro álbum "The Return of Jack Splash" eles já eram inventivos, neste "Time Traveller" eles derrubam as barreiras entre a Soul, o Rock, o Hip-Hop e a electrônica, misturando tudo sob o signo do Funk. E derrubam também o tempo, porque tudo que se ouve no álbum tem fortes influências da música black das antigas. É o novo e velho caminhando de mãos dadas. Daí  até o nome "Viajante do Tempo".

"Time Traveler" tem clima de festa, desde os primeiros sussurros melódicos e sensuais do vocalista Jack Splash. Que é um misto de Prince e com Outkast. Não importa. Tudo aqui é maravilhoso. Desde os funks rasgados, até baladas incrivelmente saudosistas. Tenho a impressão que o "Plantlife" está para a música black assim como Gnarls Barkley está para a música pop tamanha criatividade e ruptura com os padrões. Um exemplo é a música que fecha o álbum "Fool For U". É uma balada lindíssima e romântica, bem do estilão Stylistics ou Betty Wright, que tem 8 minutos de duração. Quem faz isso hoje em dia?

O grande destaque de "Time Traveler" são as faixas "Your Love" e "Sumthin About Her" que de longe as melhores do álbum tamanho o grau de groove e riqueza sonora que elas tem. Elas são um assombro de boas. Como Jack Splash exagera no número de músicas gravadas tem outra penca de destaques como "Got 2 Find A Better Way", "Outta Control", "What A World (Babygirl)" e "Sun Shines Through Your Love". O único senão do disco é que depois de muitas faixas o falsete de Jack cansa um pouco. Mas se vocie parar de ouvir por uns minutinhos e voltar, aí tudo fica perfeito.

Sérgio Scarpelli

07/07/2008 00:23:11