13/01/2009

Tammy Allen – From Me To You

O Acid Jazz da veterana Tammy Allen num álbum simplesmente brilhante e obrigatório.
 
 
 
 

O ano de 2009 mal começou e já temos aqui um forte candidato a melhor álbum do ano. E não é exagero não. Simplesmente “From Me to you” da cantora Tammy Allen de Atlanta é algo de maravilhoso. Principalmente para os entusiastas do movimento Acid Jazz lá dos anos 90.

Não se trata de um álbum retrô ou saudosista. Mas o som que Tammy Allen produz é aquela mistura bombástica entre Jazz e Soul flagrante no movimento inglês.  Lembra também o Jazz Funk refinado do Shakatak.

“ From Me To You” é sensacional do começo ao fim. Os vocais precisos de Tammy aliados a um repertório de ótimas canções é uma ode ao bom gosto. Isso sem contar que a sinergia entre ela e os instrumentos beira a perfeição.

Tudo aqui é muito orgânico como num álbum clássico de Jazz. Só que em vez de Tammy Allen seguir só nesta direção, ela incorpora de maneira soberba o groove da Soul Music. E aí meus amigos a coisa começa a esquentar.

Tammy Allen é um cantora veterana na cena Soul/Jazz de Atlanta. É uma estrela local apesar de já ter dados suas escapadas e feito certo sucesso no cenário mundial. Mas por exemplo, uma edição do Atlanta Jazz Festival sem Tammy Allen não funciona.
 
E dá pra entender esta raiz meio que inglesa na sua música pois a Atlanta mudou muito após as Olimpíadas de 1996. Eles começaram a se abrir para artistas internacionais e hoje temos lá uma das músicas mais cosmopolitas e antenadas dos Estados Unidos.

Voltando ao álbum, fica difícil destacar alguma música específica. Todas valem a audição pois o nível de qualidade é muito alto. Por exemplo a faixa “I’m Free” é uma delícia de música. Em alguns momentos lembra aquela latinidade do Incognito. Em outros, os vocais do Shakatak.

“Today is The day” é um Acid Jazz puro e simples. Com uma instrumentação riquíssima e um groove irresistível. “Glide” é a minha preferida. Poderia entrar perfeitamente num álbum do Incognito ou do conterrâneo Seek. Lindo os vocais de Tammy aqui.

“Don’t Let Nobody Hold You Back” é mais funk. Está mais para os lados de um The Rebirth por exemplo. Demais! “Deal Whit It”, a minha segunda preferida é um Brand New Heavies na veia. Como você pode ter notado as referências não são fracas não. Mas o álbum é isso mesmo. Divino!


Sérgio Scarpelli


Ouça algumas faixas em www.tammyallen.com