28/01/2011

Pancadão Moderno

O produtor britânico Colin Emmanuel lança seu projeto Black Einstein que nada mais é do que uma porrada black eletrônica.
 
 
 
 

Black Einstein
pode ser um nome desconhecido para você. Mas o dono do projeto talvez não seja. Colin Emmanuel também conhecido como  C.Swing é um produtor de mão cheia, um dos mais requisitados da cena black inglesa.Continua não o conhecendo?

Pois bem, trabalhou já com Eric Roberson, Estelle, Jamelia, The Beta Band, Nate James, Daniel DeBourg, Tawiah, KRS1 e Beverly Knight. E em todas estas produções elevou a energia da black music a décima potência. O cara sabe tudo quando mistura black com eletrônica.

Agora sob a faceta de Black Einstein ele bota as manguinhas de fora lancando o EP "Whatever Happened to...Major TOM" que é um soco no estômago. Tudo muito diferente e tudo muito moderno. Adoro quando ouço uma música e acho ela estranha. isso é bom presságio.

É aquele tipo de música que te mostra uma coisa tão nova que você acha boa mas não entende muito bem. Deve ser a mesma sensação que tiveram as pessoas quando ouviram George Clinton pela primeira vez com aquela parafernália psicicodélica.

Claro que jamais estou comparando Black Einstein com o gênio George Clinton. Longe disso. Mas ouvir sons estranhos e bons é sempre uma sensação prazeirosa. E em "Whatever Happened to...Major TOM" acontece isso direto. Tudo é muito barulhento mas faz sentido.

Colin Emmanuel
se cercou de gente bem talentosa e interessante neste projeto como a cantira Baby Sol que é um talento emergente  da Soul Music, e ainda, os já conhecidos Xavier Barnett, Mystro e Maseo Plug do antológico grupo De La Soul.

O resultado é soberbo. A faixa "It Ain't Easy" com Xavier Barnett é uma pedrada absurda. Funkão dos bons com uma sonoridade totalmente diferenciada. Já está na minha lista das melhores de 2011. Outra maravilha é a estranha  "Common Ground" com Baby Sol.

Ainda destaco a faixa  Fascination" também com Xavier Barnett e o barulhenta "Arabia" com Mystro e Maseo Plug . Aqui o som sujo do Hip Hop se mistura com batidas eletrônicas fortes. Para ouvir, estranhar e se deliciar. Altamente recomendado!


Sérgio Scarpelli


Para maius detalhes acesse www.blackeinstein.co.uk