05/02/2022

A História de Le Freak

No final de 1977, dois gênios são barrados na porta do Studio 54 e assim nasce um dos maiores hits da Disco Music.
 
 
 
 

Aaahh Freak Out! Le freak, c'est Chic!!! Minha Nossa Senhora!!! Meu coração pulava quando ouvia esta introdução. Era algo indescrítivel. A pista de dança fervia como nunca! Era o grande grupo Chic colocando o pé na porta e pedindo passagem para sua música. Uma música que chegou ao primeiro lugar do Hot 100 da Billboard por 3 vezes. Ela saia da primeira posição e depois voltava.

Foi durante 12 anos o single mais vendido da história da gravadora Warner. Foi superado apenas em 1990 por Vogue de Madonna. Com esta música também o Chic passou definitivamente do underground para o estrelato.Nile Rodgers, Bernard Edwards e Tony Tompson confirmavam assim todo seu talento tranformando-o em sucesso absoluto.

COMO NASCEU A MÚSICA

Mais até que ser um hit de sucesso, Le Freak tem uma história maravilhosa. Ela nasceu numa situação super "saia justa" o que a torna ainda mais especial. No final de 1977, Nile e Bernard já eram figurinhas ilustres dentro da cena Disco.A  música "Dance, Dance, Dance" já tinha estourado nas paradas e "Everybody Dance" era um hit de pista, embora mais underground para a indústria.

Num belo dia a dupla Chic foi convidada por Sergio Miramontes para um reunião dentro do Studio 54 junto com Grace Jones numa festa de ano novo. O Studio 54 era aquele tipo de lugar que se escolhia quem entrava. Não adiantava apenas pagar. Você tinha que ser eleito na porta da casa. E não é que Grace Jones esqueceu de deixar os nomes de Nile Rodgers e Bernard Edwards na entrada do Studio 54.

E adivinha só o que aconteu? Os dois foram barrados. Exatamente isso, não deixaram o Chic entrar numa Disco!!! Era no mínimo uma situação insólita, já que as músicas do Chic bombavam no lado de dentro da casa, e do lado de fora seus compositores não podiam entrar no lugar. Nem preciso dizer que os dois ficaram muito bravos com o fato, para não dizer outra coisa. 

nconformados, eles compraram várias garrafas de champagne e voltaram para o apartamento de Nile. O próprio Nile conta que ele pegou sua guitarra para se acalmar e começou tocar um riff que ele tinha composto dias antes (se tornaria o riff de Le Freak). Bernard ainda "p da vida" começou a xingar "Fuck off" embalado pelo riff. Ele queria que todos fossem se danar pelo que tinha acontecido.

Pense bem, era festa de ano novo, eles tinham um encontro com ninguém menos que Grace Jones, e tiveram que passar seu reveillon em casa, sozinhos??? E daí começaram a compor a música. Ela dizia mais ou menos assim : "Aaaaahh, fuck off". Bom, como dois compositores geniais, eles terminaram a música e ela ficou execelente. Nile sabia ali tinha nascido um hit e que deveria ser gravado.

Mas não com aquele refrão. Apesar de originalmente ter sido composta como uma música de protesto, os dois sabiam que assim ela não ia chegar a lugar nenhum. Foi aí que mudaram a frase "Fuck Off" por "Freak Out". O mais incrível de tudo é que pouco tempo depois essa música era tocada incessantemente no próprio Studio 54. E depois dela, jamais Nile e Bernard seriam barrados em algum lugar.


MAIS CURIOSIDADES SOBRE O LE FREAK

1-
Le Freak faz parte do álbum C'Est Chic de 1978. Além dela, este álbum contém dois outros grandes hits da banda "Chic Cheer" e "I want your love".
2- C'est Chic vendeu mais de 7 milhões de cópias e ganhou duplo disco de platina.
3- Le Freak é a única música na história que voltou 3 vezes ao primeiro lugar na parada Billboard.
4- Kylie Minogue faz uma menção a "Le Freak" na sua música "Disco Down" de 2000.
5- Apesar do movimento Disco ter inventado o fenômeno do remix, a versão de Le Freak que sempre tocava era a original. O primeiro remix da música só foi feito em 1987 pelo britânico Phil Harding.
6- O famoso guitarrista "Slash" deu uma canja num show do Chic e tocou Le Freak.
7- Na última turnê de Prince (Earth Tour), ele canta trechos da letra de "Le Freak" durante a música "Sexy Dancer".
8- Existe um filme chamado "Ritmo Alucinante (Roll Bounce)" que explora a época dos rinks de patinação. Lá existe uma coreografia antológica com a música Le Freak.

Fonte:  Billboard



 
     
 


i